Haddad: ‘Deltan vendia informações privilegiadas para bancos’

Compartilhe agora

O ex-candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, fez uma das mais fortes acusações contra o procurador Deltan Dinheirol, ops, Dallagnol, ao afirmar que coordenador da força-tarefa Lava Jato vendia informações privilegiadas para os bancos.

“A impressão que eu tenho é de que Deltan não dava palestras propriamente, mas vendia relações e informações privilegiadas para empresas investigadas e bancos, respectivamente”, disparou o petista.

LEIA TAMBÉM
Associação Brasileira de Imprensa fará ato em solidariedade a Glenn Greenwald

Show de Gal Costa tem coro “ei, Bolsonaro, vá tomar café”; assista

Manuela responde a ataques e põe telefone à disposição, já Moro…

Glenn Greenwald refuta ameaça e diz que Bolsonaro não pode prendê-lo

Segundo reportagem do jornalista Reinaldo Azevedo, na sexta-feira (26), com base em arquivos do site The Intercept Brasil, Deltan Dinheirol participou de reunião privada em 13 de junho de 2018, organizada pela XP Investimentos (banco Itaú), para comentar sobre o tema ‘Lava Jato e Eleições’. Ato contínuo, na semana passada, essas instituições financeiras compraram ações da BR Distribuidora –que era braço estatal da Petrobras.