De olho na implosão do PSL, Doria oferece abrigo aos ‘ex-bolsonaristas’

Compartilhe agora


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), espera engordar seu pasto com a possível debandada geral do PSL, em consequência da guerra envolvendo a direção do partido e o presidente Jair Bolsonaro pelo controle da legenda governista. Doria já sinalizou nesta segunda-feira (14) a intenção de abrigar os deputados possivelmente expulsos da sigla.

Governador de São Paulo, o tucano já ofereceu abrigo ao deputado Alexandre Frota (PSDB), logo após o ex-ator erótico ter sido expulso do PSL, devido a problemas com o presidente e o clã Bolsonaro.

“Nós não vamos avaliar, analisar ou opinar sobre crise de outros partidos. Não é hora ainda de tratar deste assunto. Vamos deixar o PSL serenar e, aí sim, as conversas poderão existir. Eu torço para que tudo ocorra bem”, afirmou Doria, durante cerimônia de inauguração da 22ª edição da Feira Internacional do Transporte Rodoviário de Carga (Fenatran), em São Paulo.

LEIA TAMBÉM:

Samba-enredo da Mangueira terá protesto contra Bolsonaro e Witzel

Carla Zambelli no topo da lista de expulsão do PSL

Notas fiscais provam caixa 2 para a campanha de Bolsonaro e do PSL

Doria adotou a estratégia de se descolar de Bolsonaro, a quem defendeu e apoiou no segundo turno da campanha presidencial de 2018. A ideia faz parte do projeto para se viabilizar como candidato em 2022.