Frota revela fonte criminosa de fake news da grotesca Bia Kicis

Compartilhe agora


A deputada federal bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF) postou neste sábado (26) no Twitter um vídeo com uma montagem grotesca em que “guerrilheiros das FARC” chamavam Lula de “comandante” e pregavam a luta armada no Brasil e na América do Sul. Segundo a deputada, o material criminoso foi sugerido por uma “fonte respeitável”. Logo depois, Kicis apagou o Twitter, que tinha sido reproduzido também no perfil do presidente Bolsonaro.

Após reação nas redes sociais, ambos apagaram o material. A deputada ainda ensaiou uma esfarrapada “mea culpa” para fugir de possíveis penalidades em tempos de CPI das Fake News no Congresso Nacional.

LEIA TAMBÉM:

Frota e Damares serão os primeiros ouvidos pela CPI das Fake News

A repercussão foi tão negativa que direitistas como Rodrigo Costantino, Joice Hasselmann e o neotucano Alexandre Frota criticaram a grotesca fake news de Bia Kicis. Para Frota, a “fonte respeitável” seria o cibercriminoso Alla Dos Santos, um dos operadores das milícias digitais a serviço do governo Bolsonaro. Veja o Twitter de Frota a seguir.