Maia xinga Bolsonaro de covarde e culpa presidente pelas 200 mil mortes por Covid-19

Compartilhe agora

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), elevou o tom xingando de covarde o presidente Jair Bolsonaro e o culpando pelas mais de 200 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia.

“Bolsonaro é covarde”, disparou Maia, ao comentar a informação segunda qual o presidente culpa o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pela perda de popularidade e atraso da vacina.

Para Rodrigo Maia, o presidente Jair Bolsonaro é o culpado pelas 200 mil vidas perdidas na guerra contra a Covid-19.

“Bolsonaro: 200 mil vidas perdidas até agora. Você tem culpa”, atacou o presidente da Câmara.

Se o presidente Jair Bolsonaro é o culpa pelas mortes, por que raios Rodrigo Maia não aceita um dos mais de 50 pedidos de impeachment?

Nesta sexta-feira (8/1), o Brasil somava 201.460 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia. A informação é do Ministério da Saúde.

O presidente da Câmara ainda tem três semanas para abrir o impeachment.

No próximo dia 1º de fevereiro, os deputados elegerão o novo presidente da Casa.

Maia apoia o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), com a ajuda da oposição de esquerda, enquanto Bolsonaro aposta as fichas no deputado Arthur Lira (PP-AL), do Centrão.