Prefeito de Campo Largo (PR) morre por complicações da Covid-19

Compartilhe agora

Morreu na madrugada desta quinta-feira (7) o prefeito Marcelo Puppi (DEM), do município de Campo Largo, região região metropolitana de Curitiba, por complicações em decorrência da Covid-19. A informação é do Hospital do Rocio.

Puppi tinha 61 anos e deixou esposa e filhos. O prefeito testou positivo para a Covid-19 em 24 de novembro, foi internado no hospital no dia 25 e no dia 28 foi transferido para a UTI.

Em 14 de dezembro, Puppi precisou ser entubado após apresentar piora no quadro respiratório devido à doença, e em 5 de janeiro deste ano retornou para o coma induzido.

A primeira-dama do município, Daniela Corsini Puppi, também ficou internada após ser diagnosticada com a Covid-19, mas ela teve alta hospitalar já no dia 28 de novembro.

“Agradecemos de todo coração todas as orações e mensagens recebidas e a todos os profissionais do corpo clínico do Hospital do Rocio. É com o coração apertado, mas sereno pela certeza de que os planos de Deus são perfeitos, que nos despedimos do nosso Marcelo. Para a Campo Largo que lhe deu vida, alegrias, filhos e frutos, nosso mais profundo sentimento de amor e gratidão”, comunicou a família em uma nota divulgada na manhã desta quinta-feira.

Comunicado do Hospital Rocio, sobre a morte de Marcelo Puppi.

O Hospital do Rocio também lamentou a morte do prefeito. “Aos familiares, amigos e à população de Campo Largo rogamos que Deus ilumine e conforte vossos corações, concedendo-lhes paz, força e serenidade”.

Marcelo Puppi era advogado e foi reeleito 21.566 votos (39,26%) nas eleições de 2020. Assume a Prefeitura de Campo Largo o vice Maurício Rivabem (PSL).

O município de Campo Largo fica a 30 km de Curitiba. Possui 132 mil habitantes e o 15º mais populoso do Paraná.